Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Ações das companhias aéreas pressionadas por queda de avião em França

  • 333

FOTO REUTERS

Mercados financeiros reagiram à queda de um avião esta manhã da companhia low cost Germanwings (pertencente à Lufthansa). Títulos do sector estão sob pressão vendedora

A queda de um avião esta manhã da companhia aérea low cost GermanWings - pertencente à companhia alemã Lufthansa - gerou uma reação quase inediata nos mercados finaceiros, com as ações de empresas do sector debaixo de pressão vendedora.

Os títulos seguem a desvalorizar, a começar exatamente pela Luthansa, que já esteve a perder mais de 5% e pelas 12:45 estavam a desvalorizar cerca de 3,1%.

Outras companhias low cost também registam perdas, como a Ryanair ou a Easyjet, que já estevirem com perdas perto dos 2%. Entretanto,  a desvalorização destas companhias já aliviou e pelas 12h45 estavam a cair 0,4% e 0,5%, respetivamente.

Não foram só as companhias low cost a ressentir-se. As ações da Air France/KLM, por exemplo, já estiveram a perder 2,9% e pelas 12:45 seguiam com uma queda mais moderada, de 0,7%.