Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Jeff Bezos planeia cobrar entre 200 mil e 300 mil dólares por cada viagem ao espaço

ISAIAH DOWNING / Reuters

Bilhetes da empresa espacial Blue Origin começam a ser vendidos a partir do próximo ano

Cada viagem turística de ida e volta ao espaço a bordo do foguetão New Shepard deverá custar entre 200 mil e 300 mil dólares (entre 171 mil e 257 mil euros).

A notícia está a ser avançada pela Reuters, que sublinha que os bilhetes da empresa da Blue Origin serão vendidos já a partir do próximo ano. A agência noticiosa cita duas fontes da empresa espacial criada pelo fundador da Amazon, localizada a 32 quilómetros de Seattle.

Com capacidade para transportar autonomamente seis passageiros a 100 quilómetros de altitude, a cápsula de viagem tem 15 metros cúbicos e a viagem permitirá aos passageiros vislumbrarem a curvatura da Terra antes de regressarem ao planeta.

Até à data, a Blue Origin – cujo o mote é "passo a passo, ferozmente" – já realizou oito testes sem passageiros a partir da sua base no Texas. Mas nao é a única. A SpaceX, empresa fundada pelo fundador da Tesla Elon Musk, também o tem feito. O objetivo destas empresas, no longo prazo, é tornar o turismo espacial mais acessível.

Jeff Bezos é considerado o homem mais rico do mundo desde o ano passado, altura em que ultrapassou o criador da Microsoft, Bill Gates. Esta semana, de acordo com a avaliação da revista “Forbes”, atingiu um novo patamar: é pelo menos 50 mil milhões de dólares (42,8 mil milhões de euros) mais rico do que qualquer outra pessoa no planeta Terra.