Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Altice “opõe-se” a decisão de Anacom de baixar os preços cobrados pela MEO na TDT

A Altice Portugal, dona da MEO/PT, “estranha e opõe-se” ao sentido provável de decisão da Anacom de baixar os preços cobrados às televisões em 15,16% e diz que “vai tomar posição formal perante o regulador. Fala ainda em “desprezo” pelo sector

A Anacom anunciou, na tarde desta quinta-feira, que, por uma questão do cumprimento da lei, os preços cobrados à RTP, SIC e TVI pela prestação do serviço de televisão digital terrestre tinham de descer 15,16%. Poucas horas depois, a Altice Portugal respondeu, dizendo que “repudia” o sentido provável de decisão de regulador. Mas não clarifica o que significa “tomar uma posição formal”.

“Mais uma vez, e conforme tem feito reiterada e sistematicamente, a Anacom não prima por boa fé, decidindo comunicar as suas propostas e decisões à opinião pública sem dialogar com os operadores”, lamenta a Altice.

Num comunicado duro, sublinha: “O desrespeito e desprezo da Anacom pelo setor merece a total oposição da Altice Portugal”. O sentido provável de decisão divulgado pela Anacom vai estar em consulta pública durante 30 dias úteis.