Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Governo anuncia linha de financiamento às exportações de 600 milhões de euros

O ministro da Economia anunciou nesta quarta-feira a abertura de uma linha de financiamento de 600 milhões de euros de apoio à exportação que vai também permitir às empresas exportadoras "participarem no financiamento dos seus clientes".

"É uma linha de 600 milhões de apoio à exportação que visa apoiar as empresas portuguesas que querem exportar mais, apoiá-las na sua atividade, apoiá-las no investimento, mas apoiá-las também na sua relação com os clientes ao permitir-lhes participar no financiamento dos clientes que lhes querem comprar os seus produtos e com isso ganharem enorme vantagem junto dos clientes", anunciou Manuel Caldeira Cabral à margem de um simpósio dedicado à indústria têxtil, em Vila Nova de Famalicão.

O ministro explicou que a nova linha surge "enquadrada no programa Capitalizar e é um instrumento adicional aos instrumentos financiamento já existentes". Manuel Caldeira Cabral salientou que a nova linha irá dar "melhores condições às empresas exportadoras" e que vai "criar novas áreas de financiamento, nomeadamente o financiamento a clientes das empresas exportadoras que possa facilitar que elas ganhem os contratos que o Governo quer que venham para Portugal".

O titular da pasta da Economia não afastou a hipótese de a linha anunciada ser reforçada de futuro, lembrando os resultados alcançados com a linha lançada também pelo Capitalizar de 1600 milhões de euros: "Excedeu a expectativa. Tínhamos disponibilizado 1600 milhões e sabemos hoje que o valor ultrapassou os 2 mil milhões", salientou.

"Estamos agora a lançar uma linha de 600 milhões para alavancar as exportações das empresas, o que esperamos é que com a dinâmica de exportações com que o país está, as empresas possam aproveitar esta linha e possam até superar as necessidades, mas aí cá estaremos para reforçar a linha ou para criar novos veículos as empresas", garantiu.