Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

EDP Renováveis entra na Grécia

getty

Empresa do Grupo EDP firmou um contrato a 20 anos para o seu primeiro projeto no mercado grego.

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A EDP Renováveis vai entrar no mercado grego, tendo esta quarta-feira anunciado em comunicado ao mercado a obtenção de um contrato para a construção do seu primeiro parque eólico naquele país.

O contrato permitirá à EDP a venda da energia de um parque eólico na região centro da Grécia durante 20 anos. O parque deverá entrar em operação em 2020 e terá uma potência instalada de 45 megawatts (MW).

O presidente executivo da EDP, António Mexia, sublinha que a expansão das operações europeias do grupo permite afirmar a posição da elétrica portuguesa no mercado das energias renováveis.

“A entrada neste novo mercado é mais um importante passo na estratégia de internacionalização do grupo EDP. Este contrato é um sinal claro da nossa liderança nas renováveis, área em que a Grécia tem um elevado potencial de crescimento", afirmou Mexia num comentário por escrito sobre a entrada na Grécia.

Atualmente a maior operação da EDP Renováveis são os Estados Unidos da América, seguidos de Espanha. Na Europa, além de Portugal, a empresa já está presente em França, Itália, Bélgica, Polónia, Roménia e Reino Unido.