Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Apartamentos na Ericeira vão ser geridos como hotel de luxo

O projeto You & The Sea na praia do sul integra 35 apartamentos com tipologias que vão desde estúdios a T4

d.r.

Investimento de €10 milhões vai abrir em julho gerido pela Amazing a preços médios de €450 por noite

Vida nova depois da recuperação de projetos em falência — é a nota dominante na fase atual da Amazing Evolution. A empresa fundada por Margarida Almeida, que começou por especializar-se na gestão de ativos insolventes garantindo-lhes uma melhor rentabilidade, cada vez mais está a avançar para a exploração de ativos novos ou construídos de raiz por solicitação dos proprietários.

A mais recente aquisição da Amazing é um projeto acabado de construir na Ericeira junto à praia do sul, que integra 35 apartamentos com tipologias que vão desde estúdios a T4, num total de 174 camas. Designado de You & The Sea, o projeto envolveu investimentos de €10 milhões por parte da família que é proprietária do hotel de cinco estrelas 1908 Lisboa, que abriu em 2017 na zona do Intendente (num edifício que ganhou o Prémio Valmor em 1908), um ativo que também é gerido pela Amazing.

Os novos apartamentos na Ericeira vão ter serviços de luxo equiparáveis aos de um hotel de cinco estrelas, sob gestão da Amazing Evolution. Envolvendo 32 postos de trabalho, o projeto You & The Sea vai abrir em julho, com preços médios por noite de €155 no caso de um estúdio, e de €450 nos apartamentos maiores, de tipologia T4. Propõe-se “responder a uma necessidade diferenciadora nesta região”, vocacionando-se para receber grupos ou famílias de classe média-alta.

“Como gestores, olhamos este projeto na perspetiva de trazer outro tipo de turistas à região da Ericeira, e quando os proprietários nos contactaram vimos logo aqui uma grande oportunidade”, adianta Margarida Almeida, diretora-geral da Amazing Evolution, notando que, além de um hotel Vila Galé, “não há hotéis de qualidade na Ericeira, o que não se percebe, pois é uma zona conhecida a nível internacional e ganhou muita relevância ao ser considerada a primeira reserva de ondas na Europa e a segunda no mundo”.

Dar valor à Ericeira como destino “que não é só praia”

Na Ericeira, a aposta da Amazing é dar uma rentabilidade acrescida à operação através da oferta de uma série de atividades para descobrir a região e “mostrar que a Ericeira não é só um destino de praia”, envolvendo desde artesanato à produção vínica, além do incontornável surf.

Frisando ser algo valorizado de forma crescente pelas classes mais altas, e que não estava a ser trabalhado na Ericeira, Margarida Almeida adianta que “há uma série de experiências que podemos dar aos clientes mostrando o que a região tem de melhor, como a aldeia do barro de José Franco onde vamos fazer workshops de olaria, ao próprio convento de Mafra que serviu de inspiração ao nosso Nobel da literatura”. A sua visão como gestora é “não ter o foco só na infraestrutura, mas nas atividades que a região tem a oferecer, e queremos trazer aqui um conceito inovador na forma de fazer hotelaria”.

Os apartamentos You & The Sea na Ericeira contam ainda com uma piscina e um restaurante virado para a gastronomia local, que vai chamar-se “Jangada”. Segundo a gestora da Amazing, “nos novos projetos a que demos o nome ‘de assinatura’ fazemos questão em ter um restaurante que seja uma âncora do espaço, e não apenas um elemento acessório”.

Com o projeto You & The Sea que vai abrir em julho na Ericeira, a Amazing Evolution passa a ter sob a sua gestão 12 ativos turísticos em operação, sem contar com três novos projetos que estão fase de licenciamento ou já em obra (ver caixa). O portefólio inclui o Conrad, no Algarve, o Hotel 1908 Lisboa, a Aldeia dos Capuchos, na Costa da Caparica, o Golf Mar, no Vimeiro, o Paul do Mar, na Madeira, entre vários outros.

Rentabilidade dos projetos subiu 10% em 2017

“Neste momento, o nosso portefólio já integra mais investimentos privados que projetos insolventes ou em recuperação”, salienta Margarida Almeida, que fundou a Amazing Evolution em finais de 2012 com o objetivo expresso de salvar ativos turísticos da insolvência, e no auge do período em que se sucederam em Portugal processos de falência neste sector. Ela própria sofreu na pele um processo de insolvência (era ex-quadro da Imocom), acabando por se especializar numa atividade nova e que não existia no mercado: resgatar projetos difíceis do espectro de falência, pô-los novamente em operação e a gerar resultados, trabalhando de forma direta com bancos, fundos financeiros ou administradores de insolvência.

Os ativos turísticos que estão atualmente sob gestão da Amazing, totalizando 1400 quartos, geraram em 2017 um volume de negócios global de €21,3 milhões, e segundo Margarida Almeida foi atingido no ano passado “um aumento de rentabilidade nestes investimentos entre 8% a 10%”.

Também há exemplos de projetos que estiveram insolventes e “voltaram com a Amazing a ser sãos” e que entretanto já foram vendidos. “Transformamos projetos maus em projetos bons. Nestes cinco anos já entregámos uma série de projetos que estiveram insolventes e vieram parar às nossas mãos, e criámos condições para que pudessem ser vendidos”. Foi o caso do hotel Czar, em Lisboa, na avenida Almirante Reis, e do Clube Praia Mar, em Portimão (continuando ambos a ser geridos pela Amazing apesar de terem novos proprietários), a par do Monte Santo, no Carvoeiro, e do Porta Nova, em Tavira.

Segundo a gestora, a maior procura está a vir, já não do lado das insolvências mas de investidores particulares com projetos novos. “Estamos a falar de privados que não têm qualquer experiência na hotelaria, mas que querem ter o seu próprio hotel e numa perspetiva de ser um projeto rentável, pois o dinheiro custou-lhes a ganhar”, frisa.