Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Cambridge Analytica. Falência é oficial

A Cambridge Analytica demitiu o seu diretor executivo, Alexander Nix, em março, na sequência do escândalo sobre o uso indevido de dados dos utilizadores

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Empresa já pediu falência nos EUA

A empresa britânica Cambridge Analytica, no centro do escândalo sobre o uso de informação de utilizadores do Facebook, já apresentou um pedido de falência nos Estados Unidos.

A empresa apresentou o pedido de falência num tribunal de Nova Iorque, diz a cadeia de televisão norte-americana CNN.

A decisão de fechar as portas no Reino Unido e Estados Unidos a pedir a insolvência já tinha sido anunciada pela empresa, na sequência das notícias sobre o uso indevido de dados de 87 milhões de utilizadores do Facebook para utilizar em campanhas políticas e ajudar Donald Trump a conquistar a Casa Branca.

O presidente executivo da Cambridge Analytica, Alexandre Taylor, foi afastado e Mark Zuckerberg, fundador da rede social, foi chamado a prestar esclarecimentos perante o Congresso norte-americano.

Na próxima terça-feira, o fundador do facebook, Mark Zuckerberg vai estar no Parlamento Europeu para responder a perguntas sobre a utilização indevida de dados dos utilizadores do Facebook.