Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Chineses oferecem €3,26 por ação, menos do que pagaram na privatização da EDP em 2011

Foto Luís Barra

Em 2011 a China Three Gorges comprou 21,35% da EDP ao Estado português ao preço de 3,45 euros por ação. Agora oferece 3,26 euros.

A oferta pública de aquisição (OPA) que a China Three Gorges (CTG) lançou esta sexta-feira sobre a EDP tem uma contrapartida para os atuais acionistas da elétrica abaixo do valor que a CTG pagou ao Estado português na privatização de 2011.

Em 2011 a CTG venceu o processo de privatização de 21,35% da EDP, com uma oferta de 3,45 euros por ação, que se traduziu num “cheque” de 2,69 mil milhões de euros para o Estado português. Uma contrapartida que bateu as ofertas dos restantes concorrentes, nomeadamente a alemã E.On (que oferecia 3,25 euros por ação) e a brasileira Cemig (3,28 euros).

Mas a oferta entregue esta sexta-feira na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) tem um prémio reduzido sobre a cotação das ações da EDP, que fecharam a negociação esta sexta-feira nos 3,11 euros. A contrapartida é de 3,26 euros por ação.

A OPA terá ainda de ser analisada pela CMVM e pela administração da EDP. Segundo a Bloomberg, a CTG terá definido como condição mínima de sucesso a obtenção de 50% das ações mais um título, apesar de a oferta se dirigir à totalidade do capital da EDP. Atualmente a República Popular da China tem 28,25% da EDP (somatório das posições da CTG e da também estatal CNIC).