Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Le Wagon Lisbon lança bolsa de estudo para ensinar mulheres a programar

D.R.

Destinada a residentes em Portugal entre os 19 e os 23 anos, a Bolsa para Jovens Mulheres na Área da Tecnologia pretende aumentar em 50% o número de mulheres nos bootcamps de programação em Lisboa. Participantes aprendem a programar em nove semanas

Apenas 16% dos colaboradores na área de tecnologia na Europa são mulheres. Os números são apresentados pelo Le Wagon Lisbon, que esta quarta-feira anuncia o lançamento de uma bolsa de estudo na área da tecnologia para jovens mulheres (Young Women in Tech Scholarship).

Com apenas cinco vagas e um desconto de 60% para mulheres residentes em Portugal entre os 19 e os 23 anos, Le Wagon Lisbon diz que o objetivo é aumentar em 50% o número de mulheres nos bootcamps (programas de ensino imersivo) de programação. Em 2017, os programas do bootcamp de programação contaram com uma frequência feminina acima dos 40%.

“Um dos principais objetivos do Le Wagon Lisbon consiste em munir os residentes de um conjunto de aptidões relevantes, num contexto onde o fosso em matéria de aptidões digitais em Portugal é o terceiro maior da Europa e numa altura em que o aumento do número de mulheres na área das tecnologias assume uma importância crescente”, afirma Shannon Graybill, responsável do Le Wagon Lisbon, em comunicado. “O curso permite aos participantes, incluindo principiantes, aprenderem a programar em nove semanas.” As bolsas serão atribuídas por ordem de chegada e as candidaturas podem ser realizadas aqui e aqui.

Criado em 2013 por Boris Paillard, Romain Paillard e Sébastien Saunier, Le Wagon é um bootcamp de programação presente em 16 países e 25 cidades. Em Lisboa o programa foi lançado em 2015 e, desde aí, já ensinou mais de 200 estudantes de 23 países diferentes a programar. O Le Wagon Lisbon é também parceiro da Microsoft na iniciativa “Do IT, Girls”, com um workshop de programação.