Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Crédito à habitação. Juros em máximo de um ano

Foto Credito Ana Baião

Em março, a taxa de juro do crédito à habitação sofreu um ligeiro agravamento.

A taxa de juro dos contratos de crédito à habitação fixou-se em março nos 1,025%, de acordo com os dados divulgados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

É o valor mais elevado desde janeiro de 2017. O valor apurado pelo INE em fevereiro fora de 1,023%

Nos novos contratos registou-se, no entanto, uma quebra do juro exigido pela banca nos créditos para a compra de casa.

Nos contratos firmados nos últimos três meses, "a taxa de juro foi em março de 1,562% uma redução de 4,0 pontos base“, diz o INE. A evolução traduz uma descida do spread praticado pelos bancos.

A prestação média no crédito à habitação manteve-se inalterada em março: 239 euros. face ao mês anterior.Nos contratos mais recentes, o encargo média subiu cinco euros, para 324 euros. O valor médio em dívida no universo de contratos também subiu (44 euros face a fevereiro), ficando nos 51 770 euros.

  • Abílio Ferreira

    Iniciou a carreira no diário Comércio do Porto, em 1977, seguindo para o Semanário e Visão, antes de ancorar no Expresso. Pertence à delegação do norte e opera preferencialmente na fileira da economia.