Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Governo dá luz verde a administrador financeiro da RTP

Conselho Geral Independente confirma em comunicado que a nomeação para o cargo de administradora financeira da RTP, mas não indica o nome em concreto. Nova administração tomará posse nas próximas semanas

Dois meses e meio depois de ter recebido os nomes propostos pelo Conselho Geral Independente da RTP, o Ministério das Finanças deu finalmente luz verde à nomeação para o cargo de administrador financeiro no próximo Conselho de Administração da RTP. O nome ainda não é ainda conhecido.

A confirmação foi esta terça-feira feita pela CGI num comunicado enviado às redações. "O Conselho Geral Independente indicou ao Governo o nome do membro do Conselho de Administração da RTP responsável pela área financeira, o qual mereceu a concordância do Ministério das Finanças. O CGI considera assim estarem reunidas as condições para que o Conselho de Administração da RTP possa, em breve, ser investido nas suas funções", lê-se na curta nota emitida esta terça-feira.

A luz verde das Finanças ocorre depois de um braço de ferro que, como o Expresso noticiou há duas semanas, teve na sua origem uma diferença de interpretação em relação ao processo de escolha do administrador com o pelouro financeiro do operador público: o Executivo entendia que deveria ter sido consultado antes da escolha que lhe foi apresentada - a gestora Verónica Soares Franco, sugerida por Gonçalo Reis ao Conselho Geral Independente da RTP - em vez de ser apenas chamado a intervir para validar a proposta que lhe foi feita pelo CGI.

Verónica Soares Franco acabou por não ser nomeada pelo Governo, faltando ainda saber qual o nome indigitado.

Notícia corrigida às 18h32: ao contrário do que inicialmente foi noticiado pelo Expresso, Verónica Soares Franco não foi nomeada para o cargo de administradora financeira.