Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Banca só pagou 1/6 do custo das resoluções

A administração do Novo Banco volta a ter sete membros com a entrada de Luís Ribeiro

FOTO JOSÉ CARLOS CARVALHO

Entre 2013 e 2017, contribuíram com €1049 milhões. Mas há mais €5000 milhões por pagar

João Silvestre

João Silvestre

Editor de Economia

Os bancos portugueses já contribuíram com €1049 milhões para o Fundo de Resolução (FdR) desde a sua criação em 2013. Este valor, claramente insuficiente para compensar todas as perdas assumidas na intervenção do BES e do BANIF, resulta da soma das contribuições periódicas (anuais) da banca e da contribuição sobre o sector bancário que o Estado consignou ao fundo. Os pormenores sobre as contas do FdR em 2017 não são conhecidos, uma vez que o relatório anual ainda não foi divulgado. Tal apenas acontecerá após a aprovação do Ministério das Finanças que já recebeu o documento.

Para ler o artigo na íntegra, clique AQUI