Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Mário Centeno: Eurostat “está errado”

O ministro das Finanças reafirmou que o défice das contas públicas em 2017 foi de 0,9% do PIB e não 3%, já que a decisão do Eurostat de incluir no défice a recapitalização da CGD está errada

“Errado”. Foi desta forma, repetidamente, que Mário Centeno, ministro das Finanças, classificou o Eurostat. Em conferência de imprensa sobre o desempenho das finanças públicas em 2017, o ministro foi muito crítico da decisão do Eurostat de incluir a recapitalização da CGD nas contas do défice no ano passado.

“O Eurostat preconiza um registo da recapitalizacao da CGD no défice que está errado”, afirmou Mário Centeno. E frisou que esta decisão “contraria os Tratados Europeus”, já que a recapitalização “foi feita fora do âmbito das ajudas de Estado”.

Errado foi mesmo uma palavra que Centeno repetiu várias vezes só referir-se ao Eurostat. O ministro frisou, assim, que o défice foi de 0,9% do PIB, e não de 3%.

Qualquer que seja a decisão final sobre esta contabilização –Mário Centeno lembrou que a discussão prossegue no âmbito do sistema europeu de estatística – “não terá nenhum impacto no que é a avaliação das contas públicas em Portugal”, afirmou o ministro.