Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Há vida além da bitcoin

Dan Kitwood/GETTY

Ficou conhecida com as criptomoedas, mas tem potencial para transformar inúmeros sectores. Em dez anos, estima-se que 10% do PIB mundial esteja armazenado na “cadeia de blocos”

Imagine um país onde 99% dos serviços públicos estão disponíveis online. Com um cartão e chave de identidade digitais, pode aceder aos registos (médicos, judiciais, civis, de segurança) a qualquer hora do dia, todos os dias da semana e em qualquer lugar. Nesse país não precisa de andar com o cartão de cidadão ou outros documentos, porque todos estão digitalizados e guardados de forma segura num sistema descentralizado — e pode, tal como as autoridades, aceder-lhes quando e onde quiser. Em dia de eleições, consegue votar a partir de qualquer parte do mundo. E não precisa de ir para as longas filas da loja do cidadão para obter ou atualizar o cartão de cidadão, pois as assinaturas digitais são vinculativas. Se a polícia o vê a conduzir na estrada e quer saber se tem tudo em ordem não precisa de o mandar parar, já que pode consultar facilmente os seus documentos através de um portátil. No sistema de saúde nacional, os doentes — tal como os médicos — podem aceder aos registos médicos, ver quem os consultou ou atualizou e reportar casos de abuso. Este país existe e é uma antiga república soviética onde vivem apenas 1,3 milhões de pessoas.

Leia mais na edição desta sábado do Expresso.