Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

REN lucrou 126 milhões de euros no ano passado

A empresa presidida por Rodrigo Costa aumentou o seu lucro em 25,7%, beneficiando de menores gastos com juros e de uma subida nos ganhos operacionais

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A REN - Redes Energéticas Nacionais fechou 2017 com um lucro de 126 milhões de euros, mais 25,7% do que no ano anterior, informou a empresa em comunicado ao mercado. Numa base recorrente, sem efeitos extraordinários, o lucro da empresa ascendeu a 155 milhões de euros, aumentando 22,5% face a 2016.

Os resultados da REN voltaram a ser afectados pelo pagamento da contribuição extraordinária da energia, que desde que começou a ser cobrada já penalizou a empresa em cerca de 100 milhões de euros.

Para a melhoria das contas de 2017 contribuiu um crescimento dos ganhos operacionais mas também uma redução dos custos financeiros, rubrica em que a REN poupou mais de 18 milhões de euros face à 2016.

O reforço do resultado da companhia também refletiu a expansão da base regulada de ativos da REN, que cresceu 11%, para 3,9 mil milhões de euros, devido à compra da Portgas. No final do ano a REN passou a contabilizar os ganhos da Portgas, adquirida à EDP. Os efeitos dessa aquisição serão sentidos principalmente em 2018.