Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Não se esqueça de verificar as deduções à coleta, o prazo acaba hoje

Termina esta quinta-feira o prazo para os contribuintes reclamarem o montante de despesas apuradas pela Autoridade Tributária e Aduaneira, para efeitos de dedução à coleta em sede de IRS. Mas o Ministério das Finanças não esclarece o que deve fazer para reclamar

Se ainda não foi ao Portal da Autoridade Tributária (AT) verificar o valor apurado para as suas despesas para a dedução à coleta em sede de IRS (despesas e rendimentos relativas a 2017), hoje é o dia para o fazer.

Termina esta quinta-feira o prazo para reclamar do valor apurado pela AT para as deduções à coleta calculadas automaticamente, como as despesas gerais familiares, bem como das despesas com direito à dedução do IVA pela exigência da fatura.

Esta informação é disponibilizada pela AT na página pessoal dos contribuintes, agregando os dados do e-fatura com os obtidos por outras vias ( declarações de entidades terceiras), como seja a relativa a taxas moderadoras, a propinas, rendas e juros relativos à habitação permanente do contribuinte, encargos com lares, que não constam do sistema e-fatura.

Caso detete algum erro, o que deve fazer para reclamar? O Expresso questionou o Ministério das Finanças, mas não obteve resposta. Essa informação nunca foi prestada e as Finanças continuam a não esclarecer qual o procedimento a seguir pelos contribuintes.

Por isso, o melhor será contactar os serviços tributários, através do e-balcão, da linha telefónica (217206707), ou dirigindo-se a um Serviço Local de Finanças.

A partir de 1 de abril e até 31 de maio decorre o período de entrega das declarações de IRS, que este ano, pela primeira, deverá ser obrigatoriamente feito pela internet, através do Portal da Autoridade Tributária.