Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Crescimento de dormidas turísticas abrandou em janeiro

Dormidas nos hotéis nacionais ascenderam a 2,5 milhões e aumentaram 5%. Mas, no mês anterior, em dezembro, o crescimento tinha sido de 10%

Expresso

Os hotéis e outros alojamentos turísticos a nível nacional totalizaram em janeiro 1 milhão de hóspedes, geradores de 2,5 milhões de dormidas, o que representa crescimentos de 3,7% e 5,1%, respetivamente, relativamente ao mês homólogo do ano passado - segundo os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) de acompanhamento mensal da atividade turística.

Sobre o crescimento das dormidas turísticas no mês de janeiro, o INE constata que refletem um abrandamento face ao ritmo de aumento registado em dezembro, o mês anterior, e que foi de 11,5% e de 10%, respetivamente.

Em janeiro as dormidas do mercado interno registaram um aumento de 7% face ao mesmo mês do ano passado (tinha sido de 12,2% em dezembro) e as dos estrangeiros cresceram 4,3% (8,7% em dezembro).
É de registar que a estada média aumentou em janeiro 1,4% para 2,47 noites. No caso dos residentes, a estada média subiu 3,9%, mas já relativamente aos turistas estrangeiros houve um ligeiro decréscimo de 0,1%. A taxa líquida de ocupação-cama cifrou-se em 30%, com um crescimento de 1,1 pontos percentuais.

Os proveitos da hotelaria registaram em janeiro um aumento de 12,2%, ascendendo a 138,2 milhões de euros. fazendo as contas aos proveitos de aposento, a subida face ao mês homólogo do ano passado foi de 14,0%, atingindo 96,2 milhões de euros.