Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Lucro da EDP cresceu 16% em 2017

Maior parte do benefício da EDP em 2016 veio da isenção de ISP na produção elétrica

José Carlos Carvalho

EDP lucrou 1113 milhões no ano passado. É o resultado mais alto dos últimos seis anos. Mas no quarto trimestre o grupo teve prejuízos

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A EDP fechou 2017 com um lucro de 1113 milhões de euros, mais 16% do que em 2016, naquele que foi o melhor resultado dos últimos seis anos.

O lucro foi impulsionado pela venda da Naturgas, em Espanha. Numa base recorrente o resultado líquido da EDP desceu 8%, para 845 milhões de euros, anunciou a empresa.

Menor geração hídrica e alterações regulatórias foram alguns dos fatores que condicionaram os resultados de 2017, sublinhou o presidente executivo da EDP, António Mexia.

O grupo foi particularmente penalizado no quarto trimestre do ano. Até Setembro a EDP tinha tido um lucro de 1147 milhões de euros (ou 633 milhões numa base recorrente). Nos últimos 3 meses de 2017 a EDP registou um prejuízo de 33 milhões de euros, influenciado pelo registo de mais de 600 milhões de euros de amortizações e imparidades.

Entre as imparidades contabilizadas pelo grupo estão 150 milhões de euros de perdas ligadas às centrais a carvão que o grupo detém.