Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Indicadores de confiança diminuem e clima económico estabiliza

Os indicadores de confiança dos consumidores diminuíram, em janeiro à exceção da Construção e Obras Públicas e Serviços. O indicador do clima económico estabilizou no último mês após ter diminuído em dezembro

Em janeiro os indicadores de confiança dos consumidores diminuíram refletindo "os contributos negativos das perspetivas relativas à evolução da situação económica do país, situação financeira do agregado familiar e, em menor grau, da poupança". Contudo, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), verificou-se "um contributo positivo das perspetivas relativas à evolução do desemprego".

Na Construção e Obras Públicas e nos Serviços o indicador de confiança dos consumidores aumentou em janeiro, contrariando as reduções observadas nos últimos três meses do ano passado, conclui o INE. Para isso contribuiu a boa estimativa sobre o emprego e a carteira de encomendas no sector.

Já na Indústria Transformadora e no Comércio a confiança dos consumidores diminuiu. Na Indústria Transformadora o comportamento negativo deste indicador deveu-se ao deve e haver das prespetivas de produção.

Por sua vez, o indicador de confiança do Comércio caiu ligeiramente em janeiro depois do aumento registado em novembro e dezembro já que existe um sentimento negativo sobre o volume de vendas e sobre o volume de stocks. Porém as perspetivas sobre a atividade são positivas.