Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Governo confirma que não fará alterações na administração da TAP

José Caria

A Parpública vai propor a recondução dos membros do conselho de administração, conforme o Expresso avançou esta manhã. Na comissão executiva Fernando Pinto cessa funções e o Governo “manifesta o seu inequívoco reconhecimento pelo papel que desempenhou no equilíbrio e desenvolvimento da TAP na última década e meia”

O Governo confirma que o conselho de administração da TAP não sofrerá alterações. Numa nota enviada às redações, o gabinete do Ministério do Planeamento e das Infraestruturas adianta que na assembleia geral da TAP, marcada para 31 de janeiro, e conforme o Expresso noticiou esta quinta-feira, o Governo, através da Parpública, vai propor a recondução dos seguintes membros do conselho de administração:

- Miguel Jorge Reis Antunes Frasquilho (presidente)
- Ana Pinho Macedo Silva
- António José Vasconcelos Franco Gomes de Menezes
- Bernardo Luís Amador Trindade
- Diogo Campos Barradas de Lacerda Machado
- Esmeralda da Silva Santos Dourado

Os membros do conselho de administração são propostos pela Parpública e pelos privados da Atlantic Gateway até ao dia 16 – através de publicação no site da empresa – e a eleição decorre na assembleia geral a 31 de janeiro.

Como o Expresso avançou, não há alterações do lado do Estado, que deverá estar de acordo com as propostas do consórcio privado – como chegou, aliás, a reconhecer Diogo Lacerda Machado, administrador não-executivo da companhia aérea, em novembro, dizendo que o Estado não se iria opor à nomeação de Antonoaldo Neves para substituir Fernando Pinto na liderança da TAP.

"No momento em que Fernando Pinto cessa funções como presidente da Comissão Executiva, o Governo manifesta o seu inequívoco reconhecimento pelo papel que desempenhou no equilíbrio e desenvolvimento da TAP na última década e meia", lê-se na nota do Governo.