Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Espanhóis ganham terreno no negócio dos ginásios

A venda da cadeia Fitness Hut aos espanhóis da Viva Gym é o mais recente movimento de consolidação ibérica no negócio dos ginásios

Vítor Duarte

A cadeia Fitness Hut, que possui 31 ginásios e fatura cerca de 30 milhões de euros em Portugal, foi comprada pela Viva Gym Group Limited, ao fundo britânico Bridges Ventures, que detém a cadeia Viva Gym em Espanha.

Desde o final do ano passado que o negócio dos ginásios tem vindo a mudar de mãos, com a Sonae a comprar o Pump Spirit em novembro e o Holmes Place a adquirir a cadeia Virgin Active em outubro.

O negócio do Fitness Hut abrange a venda da participação de 50% da Edge Capital, liderado por José Luís Pinto Basto (que, com Miguel Pais do Amaral, lidera as 'holdings' de investimentos e capital de risco que constituem o The Edge SGPS), mais os 50% da Greypart SGP, subholding do grupo Quifel, que detém a participação no Grupo The Edge. O valor envolvido na transação não foi revelado e a equipa de gestão da Fitness Hut mantém-se.

"O investimento nos ginásios Fitness Hut foi desde o primeiro momento uma aposta ganha, pelo potencial de crescimento deste mercado em Portugal e no resto da Europa. Fizemos este projeto crescer em plena crise e de forma sustentada, tornando-se em apenas seis anos na maior cadeia de ginásios do país. Depois de o projeto consolidado entendemos que estava na altura de passar o testemunho. A venda da empresa à Viva Gym Group Limited permitirá concretizar uma consolidação ibérica com a cadeia Viva Gym, o rumo certo para dar continuidade ao projeto que iniciámos e trilhar o caminho da internacionalização", refere em comunicado José Luís Pinto Basto, CEO do The Edge Group.

O final do ano e início de 2018 estão a ser marcados por mudanças de balneários no negócio dos ginásios. Em novembro, a Autoridade da Concorrência (AdC) teve uma notificação prévia da operação de compra dos centros de fitness Pump Spirit por parte da Solinca, cadeia de ginásios detida pela Sonae Capital. O negócio abrange a aquisição dos oito centros de fitness Pump Spirit (localizados em Lisboa, Amadora, Odivelas, Almada, Barreiro e Faro), que complementam o portefólio da Sonae Capital, que já detém 18 ginásios Solinca. A compra envolve um valor fixo de 8,6 milhões de euros e uma componente variável associada à concretização do plano de expansão no horizonte de um ano.

Um mês antes, em outubro, a Holmes Place Europe (com 22 ginásios em Portugal e 17 em Espanha) comprou o grupo Virgin Active Ibérica (que detém quatro ginásios em Portugal e oito em Espanha). Os valores da transação não foram divulgados.