Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Revistas do grupo Impresa vendidas a Luís Delgado

Nuno Botelho

Foi concluído o processo de venda das revistas “Activa, Caras, Caras Decoração, Courrier Internacional, Exame, Exame Informática, Jornal de Letras, TeleNovelas, TV Mais, Visão, Visão História e Visão Junior”

As revistas do grupo Impresa - do qual o Expresso faz parte - vão passar a pertencer à sociedade Trust in News, do empresário Luís Delgado. O processo de venda foi concluído esta terça-feira, anunciou o grupo liderado por Francisco Pedro Balsemão em comunicado.

“Esta alienação foi realizada no âmbito do Plano Estratégico para o triénio 2017-2019, tendo em conta o reposicionamento da atividade da IMPRESA, que passa a ter um enfoque primordialmente nas componentes do audiovisual e do digital, sem nunca deixar de apostar na versão impressa do Expresso, o jornal com maior circulação em Portugal”, lê-se na nota divulgada.

“Activa”, “Caras”, “Caras Decoração”, “Courrier Internacional”, “Exame”, “Exame Informática”, “Jornal de Letras”, “TeleNovelas”, “TV Mais”, “Visão”, “Visão História” e “Visão Junior” são as publicações que a partir de agora fazem parte da Trust in News. Os trabalhadores das revistas em causa, incluindo jornalistas, gráficos e comerciais, “integrarão o novo grupo editorial”.

“Nos próximos meses as publicações hoje vendidas continuarão a funcionar no edifício da IMPRESA em Paço de Arcos”, informa ainda o comunicado.

A venda também já foi comunicada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Luís Delgado, ex-presidente executivo da Lusomundo Media, era o principal proprietário da Time Out, a revista e a empresa que explora o mercado da Ribeira. Vendeu a operação por valores que não foram tornados públicos.

O comunicado na íntegra

“O Grupo IMPRESA concluiu hoje o processo de venda das suas publicações “Activa”, “Caras”, “Caras Decoração”, “Courrier Internacional”, “Exame”, “Exame Informática”, “Jornal de Letras”, “TeleNovelas”, “TV Mais”, “Visão”, “Visão História” e “Visão Júnior”, à sociedade Trust in News. Esta alienação foi realizada no âmbito do Plano Estratégico para o triénio 2017-2019, tendo em conta o reposicionamento da atividade da IMPRESA, que passa a ter um enfoque primordialmente nas componentes do audiovisual e do digital, sem nunca deixar de apostar na versão impressa do Expresso, o jornal com maior circulação em Portugal.

“Iniciamos hoje um novo ciclo no grupo IMPRESA, no qual seremos mais ágeis, mais fortes e estaremos mais preparados para o futuro”, afirma Francisco Pedro Balsemão, CEO do grupo IMPRESA.

A IMPRESA sublinha o bom entendimento alcançado com a Trust in News no que respeita ao processo de transição. Para facilitar a mudança, nos próximos meses as publicações hoje vendidas continuarão a funcionar no edifício da IMPRESA em Paço de Arcos. Sublinhe-se, em particular, que integrarão o novo grupo editorial todos os trabalhadores da Impresa Publishing afetos às marcas alienadas, incluindo jornalistas, gráficos e comerciais, e que foram contratados outros que pertencem à estrutura da organização.”

em desenvolvimento