Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Carris terá mais 250 autocarros e 30 elétricos

DR

Os novos autocarros chegam na segunda metade de 2018, diz o presidente da empresa, Tiago Farias, em entrevista ao “Jornal de Negócios”

Comprar 250 autocarros – dos quais, 165 a gás natural – e revitalizar as linhas de elétricos é a aposta que o presidente da Carris, Tiago Farias, faz para reforçar a frota da companhia já no segundo semestre de 2018, segundo revela em entrevista ao "Jornal de Negócios" e à Antena 1, esta segunda-feira. O objetivo, diz, é ter todos estes novos autocarros até 2020.

A chegada dos novos elétricos tem data prevista posterior. Serão 20 elétricos articulados e mais 10 históricos, de dimensões inferiores, que conseguem subir ruas mais íngremes nas zonas históricas da cidade.

Tiago Farias adianta ao "Negócios" que a Carris quer lançar uma linha do Cais do Sodré até às Amoreiras e Campolide. O presidente da emoresa refere que, entre 2010 e 2016, a Carris perdeu mais de 600 trabalhadores e mais de 100 autocarros. Durante 2017, a transportadora quer contratar mais 100 colaboradores e em 2018 espera contratar mais 200.