Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Distritos do litoral com mais palacetes à venda

Dos 174 imóveis disponíveis, 113 estão em Lisboa, Porto e Setúbal

De norte a sul do país a distribuição de palacetes e solares em comercialização no bpiexpressoimobiliario.pt é bastante irregular. Dos 174 imóveis que se encontram à venda neste portal, 113 estão localizados nos distritos de Lisboa, com 75, do Porto, que possui 21, e de Setúbal, que totaliza 17. Em conjunto somam 65,31% da oferta. Fora destas três localizações este tipo de produto é escasso e existem mesmo distritos como Guarda, Vila Real e Viseu que de momento não têm no seu território disponibilidade destes imóveis.

Em Lisboa, na freguesia do Lumiar, vende-se um palacete integrado numa propriedade, cuja data de construção remonta ao século XVIII, que está recuperado e modernizado e pelo qual são pedidos €7.750.000. Com área de construção de mais de 1500 m2, conta com diversas divisões, terraço e no exterior tem pequenas construções e garagem.

Fora da capital, desta vez na freguesia de Oeiras e São Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias, no concelho de Oeiras, pode ser adquirido por €6,5 milhões um palácio de tipologia T10 e com 900 m2 de área útil. Na descrição do imóvel é referido que possui ainda 75 mil m2 de terreno, alguns anexos e goza da proximidade de acessos a Lisboa.

€6,5 milhões por um palácio

Ainda no distrito de Lisboa vende-se também por €6,5 milhões um palácio, mas desta vez situado na freguesia de Santa Maria e São Miguel, São Martinho e São Pedro de Penaferrim, no concelho de Sintra. Restaurada, a casa em causa tem 630 m2 de área, 14 quartos e 7450 m2 de jardim. Datada do século XIX, situa-se em plena serra de Sintra.

No distrito do Porto, por €5 milhões pode ser comprado um palácio composto por três edifícios ligados entre si, com mais de 5 mil m2 de área útil. Entre os seus atributos está a fachada, caracterizada pela fase final de arte nova. Fica na freguesia de Cedofeita, Santo ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória, na Invicta.

Do outro lado do rio Douro, no concelho de Vila Nova de Gaia, freguesia de São Félix da Marinha, pode ser adquirido um destes imóveis, pela quantia de €1.360.000. Com 680 m2 de área útil, possui um terreno com 3000 m2 de área e é de tipologia T6.

Oferta a sul do Tejo

Por €1,5 milhões e desta vez na freguesia de Alpendorada, Várzea e Torrão, concelho de Marco de Canaveses, pode ser comprado um palacete com vinha, sete quartos e piscina, com vista para o rio Douro. Conta com 600 m2 de área útil.

Em terceiro lugar no ranking dos distritos com mais oferta surge Setúbal. No concelho com o mesmo nome, na freguesia de São Julião, Nossa Senhora da Anunciada e Santa Maria da Graça, vende-se por €3,5 milhões um prédio antigo, restaurado recentemente, com cinco pisos e 2500 m2 de área útil.

Já na freguesia da Quinta do Anjo, concelho de Palmela e por €1,1 milhões vende-se um palácio mobilado, com três andares, na Serra da Arrábida. Tem 600 m2 de área útil e terreno com 1000 m2.

Ainda no distrito de Setúbal, mas na freguesia e concelho de Sesimbra, está em comercialização um destes imóveis, com 900 m2 de área útil, de tipologia T9, por €945 mil. A casa está implantada num terreno de 14 mil m2 onde existem pinheiros mansos, necessita de algumas obras e pode vir a ser utilizada para projeto turístico.