Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Diretor de operações da Ryanair demite-se

GETTY IMAGES

Michael Hickey vai sair da low cost no final de outubro, na sequência da polémica com a distribuição das férias dos pilotos e do cancelamento de milhares de voos nos próximos meses. É a primeira demissão de um alto responsável da companhia irlandesa

Era o principal responsável pelos mapas de trabalho dos pilotos da Ryanair desde 2014. Michael Hickey apresentou a demissão este sábado, informando que deixará de exercer funções como diretor de operações da companhia irlandesa até ao final do mês.

“Nos últimos 30 anos, Mick Hickey deu uma contribuição enorme à Ryanair, especialmente ao nível da qualidade e segurança das nossas funções de operações e engenharia”, disse, em comunicado citado pelo “Guardian”, o CEO da empresa, Michael O'Leary, sublinhando que não será fácil encontrar um substituto.

O anúncio surge na sequência dos erros na distribuição de férias dos pilotos, que afetaram cerca de 700 mil passageiros e levaram à suspensão de mais de duas mil viagens durante seis semanas. O impacto estimado na empresa é de mais de 20 milhões de euros.

Além disso, a Ryanair anunciou planos para redução da sua frota, justificados com uma mudança para o “calendário de inverno”. Estes vão materializar-se no corte em 25 dos mais de 400 aviões da transportadora, com impacto em 18 mil voos e 400 mil passageiros.