Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Taxa de desemprego já está abaixo dos 9%

Marcos Borga

A taxa de desemprego em agosto foi de 8,9%, segundo a estimativa provisória do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgada esta manhã. Este valor é igual ao registado em julho, já que o INE reviu em baixa a taxa de desemprego nesse mês, de 9,1%, para 8,9%

O desemprego em Portugal já quebrou a barreira dos 9%, segundo os números divulgados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em agosto, a taxa de desemprego (ajustada de sazonalidade) foi de 8,9%, segundo a estimativa provisória do INE. Este valor é igual ao registado em julho, já que o INE reviu em baixa a taxa de desemprego nesse mês, de 9,1% (estimativa provisória), para 8,9% (estimativa definitiva).

Desta forma, a taxa de desemprego em Portugal caiu dois pontos percentuais no espaço de um ano e está agora no valor mais baixo observado desde novembro de 2008, quando estava, precisamente, nos 8,9%.

A estimativa provisória do INE para a população desempregada (dos 15 aos 74 anos) em Portugal em agosto é de 461,4 mil pessoas, mais 0,4% (1,8 mil pessoas) do que no mês anterior. Em termos homólogos, isto é, em relação a agosto de 2016, a população desempregada diminuiu 17,5% (menos 97,7 mil pessoas).

Quanto à população empregada em agosto (dos 15 aos 74 anos), o INE aponta para 4,6978 milhões de pessoas (estimativa provisória), o que representa uma diminuição de 0,1% (5,1 mil pessoas) em relação a julho. Em relação a agosto do ano passado, a população empregada aumentou 2,7% (mais 124,5 mil pessoas).

Apesar das boas notícias associadas à descida do desemprego em Portugal, os números divulgados hoje pelo INE deixam também um sinal de alerta: a taxa de desemprego dos jovens (dos 15 aos 24 anos) subiu em agosto para os 24,6% (estimativa provisória), mais 1,6 pontos percentuais do que o valor registado em julho (23%). Em agosto de 2016, esta taxa estava nos 26,6%.