Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Turistas brasileiros subiram 46% em julho

Os últimos dados do INE dão conta do aumento de 4,7% nas dormidas em julho, também com um crescimento de 3% do turismo interno

Os hotéis nacionais fecharam o mês de julho com 2,2 milhões de hóspedes e 6,9 milhões de dormidas, num aumento homólogo de 6,1% e de 4,7% face ao mês homólogo do ano passado, mas num crescimento mais arrefecido relativamente ao mês de junho (com subidas de 9,1% e 7,2%, respetivamente - revelam os últimos dados do Instituto nacional de Estatística (INE).

Os proveitos totais dos hotéis aumentaram em julho 13,1% para €428,7 milhões (em junho o aumento foi de 17,2%), e apesar da taxa de ocupação-cama ter aumentado em 1,3 pontos percentuais (cifrando-se em 67,3%), a estada média decresceu 1,4% para 3,11 noites.

Portugueses asseguraram dois milhões de dormidas

Em julho, os portugueses asseguraram 2 milhões de dormidas nos hotéis nacionais, num aumento de 3% face ao mês homólogo de 2016 - e numa evolução positiva face ao mês de junho em que o mercado interno evidenciou uma quebra de 0,4% em dormidas.

Os turistas estrangeiros registaram um aumento em dormidas de 5,4% em julho para um total de 4,9 milhões. O destaque vai para os aumentos expressivos evidenciados por turistas brasileiros (46,2%), americanos (27,8%) ou italianos (18,3%).

O mercado britânico, responsável por 23,3% das dormidas de mercados externos, registou em julho uma ligeira quebra de 0,1%, mas com um crescimento acumulado desde o início do ano de 4,3%. No caso dos turistas alemães, o aumento de dormidas foi de 8,3% em julho e de 9,4% no acumulado do ano.