Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Conselho de Ministros aprova benefícios fiscais a 12 investimentos

Ministro da Economia aprova 12 contratos fiscais de investimento. Empresas investem €160 milhões e preveem criar de 358 postos de trabalho diretos até 2023

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, 12 contratos fiscais de investimento para atribuição de benefícios fiscais em sede de IRC, IMI, imposto do selo e IMT a investimentos empresariais de diversos setores, incluindo aeronáutica, energia, moldes, automóvel, maquinaria ou saúde.

Segundo o ministério da Economia, o investimento no segundo trimestre de 2017 aumentou pelo quinto trimestre consecutivo, atingindo um crescimento de 10,3%, o maior dos últimos 18 anos. Só estes 12 contratos fiscais envolvem investimentos de €160 milhões e a criação de 358 postos de trabalho diretos até 2023. Eis a lista:

OGMA

Esta empresa está a investir €9,9 milhões e a criar 28 postos de trabalho em Alverca. O projeto tem por objetivo diversificar as áreas de negócio da OGMA, através da implementação de uma nova atividade operacional na empresa, distinta das áreas de fabricação e montagem de aeroestruturas e de manutenção aeronáutica.

Tec Pellet

Esta empresa está a investir €30,7 milhões e a criar 23 postos de trabalho na Póvoa do Varzim. O investimento visa aumentar a capacidade produtiva da unidade industrial, recorrendo a inovações do processo produtivo, através da adição de novas funções e aplicabilidades. Serão incorporadas novas tecnologias produtivas não existentes em Portugal e novos sistemas de planeamento e gestão da produção.

Sakthi Portugal

Esta empresa está a investir €36,7 milhões e a criar 135 postos de trabalho em Águeda. O projeto de investimento a implementar visa a criação de uma nova unidade industrial autónoma para a produção de componentes de segurança crítica em ferro nodular para automóveis.

Painel 2000

Esta empresa está a investir €7,5 milhões e a criar 21 postos de trabalho em Braga. O investimento em duas novas linhas de produção de novos produtos visa o aumento da eficiência da empresa e um acréscimo significativo da sua capacidade e produtividade.

Paper Prime

Esta empresa está a investir €24,6 milhões e a criar 45 postos de trabalho em Vila Velha de Rodão. O investimento consiste na criação de uma unidade industrial para o fabrico de papel tissue.

Fundifás - Fundição

Esta empresa está a investir €7,8 milhões e a criar 20 postos de trabalho em Águeda. O investimento visa aumentar da eficiência produtiva e a redução dos custos de produção.

DMM - Desenvolvimento, Maquinagem e Montagem

Esta empresa está a realizar dois investimentos em Oliveira de Azeméis: um de €5,2 milhões criador de 8 postos de trabalho e outro de €5,1 milhões criador de 16 postos de trabalho. O primeiro investimento vai permitir desenvolver a atividade de fabricação de componentes para automóveis e o segundo investimento visa desenvolver a atividade de fabricação de suportes e elementos mecânicos para viaturas automóveis.

Epalfer - Serralharia de Moldes, Cunhos e Cortantes

Esta empresa está a investir €4,8 milhões e a criar 6 postos de trabalho em Águeda. O investimento é na construção de uma nova unidade industrial.

Bohus Botech Portugal

Esta empresa está a investir €5,6 milhões e a criar 12 postos de trabalho em Sousel. O investimento para a instalação de uma unidade produtiva de dispositivos médicos.

Schmidt Light Metal

Esta empresa está a investir €8,03 milhões e a criar 17 postos de trabalho em Oliveira de Azeméis. O investimento irá permitir a fabricação de novas peças para o setor automóvel.

Efapel

A empresa fabril de produtos elétricos está a investir €13,7 milhões e a criar 27 postos de trabalho em Coimbra.