Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Vendas da Corticeira Amorim sobem 6,2%

Rui Duarte Silva

Lucros do primeiro semestre somam 37,7 milhões

A Corticeira Amorim fechou o primeiro semestre com um volume de vendas de 354,8 milhões de euros, mais 6,2% que em período homólogo do ano passado. O principal contributo para este crescimento veio da Unidade de Negócios Rolhas (+8,6%), a beneficiar do "efeito volume" e de um "impacto cambial favorável de aproximadamente 3,8 milhões de euros", refere a empresa em comunicado.

A acompanhar o crescimento das vendas, os resultados líquidos aumentaram 7,4%. para os 37,7 milhões de euros, e o EBITDA atingiu os 70,6 milhões (+7,2%), com o rácio EBITDA sobre as vendas a situar-se nos 19,9%.

No final do semestre, a dívida remunerada líquida estava nos 11 milhões de euros, contra 36 milhões no final de 2016.

Em comunicado, a empresa liderada por António Rios Amorim destaca que a redução verificada no ritmo de crescimento das vendas (9,6% no primeiro trimestre versus 3,3% no segundo) "já tinha sido antecipada" e resulta, "essencialmente do diferencial de número de dias de trabalho nestes períodos".

No caso das rolhas, a Corticeira refere "o alargamento das equipas comerciais em mercados-chave", uma medida que deverá suportar "o investimento em curso que visa reforçar a capacidade de produção" da principal unidade de negócios do grupo