Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Inflação da zona euro mantém-se em 1,3%

Nuno Botelho

A primeira estimativa do Eurostat para julho aponta para uma variação anual dos preços no consumidor de 1,3%, o mesmo nível de inflação que no mês anterior. Este nível de inflação em junho e julho é o mais baixo do ano. A inflação subjacente subiu ligeiramente em julho, para 1,2%

Jorge Nascimento Rodrigues

O nível de inflação anual manteve-se em julho em 1,3%, segundo a primeira estimativa do Eurostat, o organismo de estatísticas da União Europeia, divulgada esta segunda-feira. Esta estimativa está em linha com as previsões dos analistas.

Depois de um comportamento irregular no primeiro semestre do ano, tendo atingido um máximo de 2% em fevereiro, a inflação desceu para um mínimo do ano de 1,3% em junho, mantendo-se, agora, no mesmo nível.

No entanto, a inflação subjacente – que exclui as componentes mais voláteis da energia, álcool, alimentação e tabaco – subiu de 1,1% em junho para 1,2% em julho, o mesmo nível registado em abril, um máximo do ano até à data. Esta estimativa está acima das previsões dos analistas.