Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Altice/Media Capital: Impresa “confiante” de que reguladores terão em conta concorrência leal

Luís Barra

Fonte oficial da Impresa refere que o grupo “é, e sempre foi, a favor da concorrência leal num mercado que funcione de forma sã, bem como do pluralismo na comunicação social”

A Impresa está "confiante" de que os reguladores terão em conta os princípios de concorrência leal e do pluralismo dos media quando se pronunciarem sobre a compra da Media Capital pela Altice, refere fonte oficial do grupo proprietário do Expresso.

A Altice, grupo que comprou há dois anos a PT Portugal, anunciou na sexta-feira, dia 14 de julho, que chegou a acordo com a espanhola Prisa para a compra da Media Capital, dona da TVI, entre outros meios, numa operação que a empresa espanhola avalia em 440 milhões de euros.

Fonte oficial da Impresa, que detém a SIC, afirmou esta manhã que o grupo "é, e sempre foi, a favor da concorrência leal num mercado que funcione de forma sã, bem como do pluralismo na comunicação social".

"Estamos confiantes de que os reguladores portugueses e europeus terão estes dois princípios em conta quando se pronunciarem sobre a operação em causa", concluiu a mesma fonte.

Também na sexta-feira, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recebeu uma delegação da Altice, Prisa e Media Capital, como também do grupo Impresa.

A ERC tem de se pronunciar sobre a operação quando for contactada pela Autoridade da Concorrência (AdC), antes desta última dar o seu parecer sobre o negócio. O parecer do regulador dos media é vinculativo.