Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Espanhola Gas Natural Fenosa estuda fusão com a EDP

A empresa espanhola e a elétrica portuguesa estarão a analisar uma possível aliança que, segundo a Reuters, criaria um gigante ibérico avaliado em 35 mil milhões de euros.

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

O grupo espanhol Gas Natural Fenosa está a estudar a possibilidade de avançar com uma fusão com a EDP e, segundo a agência Reuters, o assunto já terá sido analisado ao mais alto nível, entre os presidentes das duas empresas ibéricas.

As conversações sobre um negócio que criaria um gigante ibérico de 35 mil milhões de euros estão ainda numa fase preliminar, sem quaisquer certezas de que a operação possa avançar, segundo quatro fontes ouvidas pela Reuters.

A agência noticiosa avança que o presidente da Gas Natural Fenosa, Isidre Fainé, já sondou o presidente executivo da EDP, António Mexia, sobre esta potencial fusão. O Expresso contactou a EDP, que não quis fazer quaisquer comentários.

A Reuters nota que a possível fusão criaria a quarta maior companhia de energia da Europa, tendo o negócio várias vantagens para ambas as empresas. A Gas Natural Fenosa reforçaria a sua presença no mercado americano e nas energias renováveis, enquanto a EDP diversificaria a sua carteira de ativos, nomeadamente na produção termoelétrica a gás e carvão, além de diversificar mercados.

A notícia da possível fusão surge quando a EDP tem em curso uma oferta pública de aquisição sobre a EDP Renováveis (da qual já controla 77,5%), visando ficar com a totalidade do seu braço de energias limpas. Esta oferta foi anunciada em simultâneo com uma operação de venda de ativos de distribuição de gás natural em Espanha.