Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Estado vendeu o BPN Brasil a empresa brasileira,à segunda tentativa

À segunda foi de vez: a venda do BPN Brasil foi concretizada esta quarta-feira a uma empresa brasileira, a Crefipar Participações e Empreendimentos, segundo nota enviada à CMVM

A Parparticipadas, uma das empresas públicas que ficou com ativos do ex-BPN, concretizou esta quarta-feira a venda do BPN Participações Brasil à brasileira Crefipar, segundo informação comunicada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). A Crefipar é uma holding de instituições não financeiras que detém a Crefisa, uma empresa de crédito a particulares.

“A Parparticipadas, na sequência do comunicado de 6 de fevereiro de 2017, informa que foi hoje concretizada a venda da totalidade da sua participação de 94,09% no capital social da Sociedade BPN Participações Brasil”, lê-se na informação ao mercado.

No comunicado não é indicado o valor do negócio, mas em fevereiro a Parpública tinha indicado que o acordo rondava os 13 milhões de euros. Contudo, segundo o Jornal de Negócios, o preço a pagar pelo BPN Brasil terá rondado os 9 milhões de euros, abaixo do que tinha sido anunciado em fevereiro.

A ‘holding’ BPN Participações Brasil é a dona do Banco BPN Brasil.

A venda do BPN Brasil já tinha estado para ser feita ao Banco BIC (que comprou a operação bancária do BPN em Portugal), mas acabou por ser chumbada pelo banco central brasileiro.

Ainda segundo a Parparticipadas, com esta operação é dada “continuidade ao processo de venda das participações sociais que foram transferidas do Banco Português de Negócios para o Estado em fevereiro de 2012”.

O BPN foi nacionalizado em 2008, tendo sido a primeira nacionalização em Portugal depois de 1975.

Quatro anos depois de ter sido posto sob a gestão da Caixa Geral de Depósitos (CGD), o BPN foi vendido ao Banco BIC Português, entidade de capitais luso-angolanos, por 40 milhões de euros, enquanto outros ativos que pertenciam ao banco (nomeadamente ativos 'tóxicos') ficaram em sociedades criadas propositadamente para os absorver (Parvalorem, Parparticipadas e Parups).