Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Galp e BCP em queda, CTT a subir

Bolsa de Lisboa acompanha tendência das principais bolsas europerias no dia em que são publicadas as atas da última reuninão do BCE e com polémicas de Trump em pano de fundo

A bolsa de Lisboa estava hoje em baixa, com as ações da Galp Energia e do BCP a caírem 2,06% para 14,055 euros e 1,28% para 0,2076 euros, respetivamente.

Às 9h05 em Lisboa, o principal índice, o PSI20, estava a cair 0,52% para 5.091,19 pontos, com dez 'papéis' a desvalorizarem-se, seis a subirem e três inalterados.

Além dos 'papéis' da Galp Energia e do BCP, os da Mota-Engil e Corticeira Amorim eram dos que mais desciam, estando a recuar 2,52% para 2,51 euros e 2,23% para 10,735 euros, respetivamente. Em sentido inverso, as ações dos CTT eram das que mais subiam, estando a avançar 0,77% para 5,361 euros.

Na Europa, as principais bolsas estavam hoje em baixa no início da sessão, marcada pela publicação das atas da última reunião do Banco Central Europeu (BCE) sobre política monetária, nas quais o presidente da entidade, Mario Draghi, poderia dar pistas sobre a possível retirada de estímulos monetários.

Depois de Wall Street na quarta-feira, as bolsas europeias estavam a ser arrastadas pelo nervosismo dos investidores perante as novas polémicas que rodeiam o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Em Nova Iorque, a bolsa em Wall Street fechou na quarta-feira em baixa, com o Dow Jones a descer 1,78% para 20.606,93 pontos, depois de em 1 de março ter terminado a subir para o atual máximo desde que foi criado em 1896, de 21.115,55 pontos.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, mas a descer para 1,1141 dólares, contra 1,1144 na quarta-feira.

O barril de petróleo Brent, para entrega em julho, abriu hoje em baixa, a cotar-se a 52,00 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 0,28% do que no encerramento da sessão anterior.