Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Caixa escolhe Ernst & Young para auditar contas

Auditora já tinha sido contratada para fazer análise ao passado do banco público

As contas da Caixa Geral de Depósitos (CGD) vão passar a ser auditadas pela Ernst & Young. Esta quinta-feira, em conferência de imprensa, Paulo Macedo, presidente executivo do banco, disse que "o nome foi proposto pelo conselho fiscal ao acionista e hoje este terá acolhido a proposta".

Trata-se da mesma empresa que vai fazer a auditoria especial à gestão da Caixa no passado. Paulo Macedo refere que não há problema em a empresa acumular as duas tarefas, pois "é difícil haver conflito de interesses em trabalhos distintos". A Ernst & Young "fará um trabalho para o futuro enquanto auditora da Caixa e terá um trabalho específico relativamente a gestões anteriores".

Por outro lado, "a auditoria especial foi escolhida pelo conselho de administração para uma determinada análise e a escolha da auditora da Caixa foi feita pelo conselho fiscal e aprovado pelo acionista da Caixa". São trabalhos diferentes, conclui.