Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Rituals investe 10 milhões de euros em Portugal

Raymond Cloosterman, fundador e presidente da Rituals

Nuno Botelho

Cadeia holandesa de cosmética tem 23 espaços e quer chegar aos 35, entre lojas de rua e centros comerciais

A Rituals faz de 2017 o ano de relançamento e expansão, o que em Portugal implica um investimento de €10 milhões, entre a abertura de 12 lojas novas e a remodelação das atuais 23, durante os próximos três anos.

Uma das mais recentes aberturas, na Avenida da Liberdade, em Lisboa, marca o assumir de uma estratégia de posicionamento como um ‘luxo acessível’. “Em Portugal os centros comerciais têm muita importância, mas também queremos ser descobertos no El Corte Inglés, entre a Chanel e a M.A.C., e estar em ruas de luxo, que é o que temos andado a fazer a nível internacional. No ano passado abrimos na 5ª Avenida, em Nova Iorque, em Covent Garden, em Londres, em Bahnhofstrasse, em Zurique, e na Rue de Rivoli, em Paris”, refere Raymond Cloosterman, presidente da Rituals, explicando que a marca segue uma estratégia omnicanal, o que significa a presença em todos os canais de venda.

“Desde que começámos em 2000, acreditamos que devemos servir os clientes onde eles estão, o que significa que temos lojas próprias, estamos em lojas de departamento, em quartos de 25 hotéis, aeroportos e companhias aéreas e no online, que é uma parte do negócio com rápido crescimento”, justifica o presidente da Rituals.

Esta estratégia começou a ser aplicada a partir do ano passado, quando a casa-mãe da Rituals assumiu o negócio no mercado nacional, prescindindo do masterfranchise que tinha lançado a marca. “Há dez anos, encontrámos um parceiro que queria desenvolver a Rituals aqui. Foi no início da empresa e não tínhamos recursos financeiros para os desenvolvermos sozinhos, por isso começámos com um masterfranchise”, recorda Raymond Cloosterman, acrescentando que o assumir da operação permite um crescimento mais agressivo. A presença nos pontos de venda multimarca Sephora e El Corte Inglés é parte do caminho já traçado com esta gestão direta.

Franchising no Médio Oriente

O modelo em franchising é seguido no Médio Oriente, onde a marca tem pontos de venda no Dubai, Qatar e Omã, por ser uma região com características muitas específicas. O responsável da Rituals salienta que o modelo de lojas próprias (que até ao final do ano serão 650 a nível global, a maioria na Europa) permite uma flexibilidade maior em termos de introdução de inovações. “Agora somos uma empresa saudável e podemos investir com o nosso cash flow. No passado, a escolha de um masterfranchise também teve que ver com a necessidade de liquidez”, revela Raymond Cloosterman, garantindo que a Rituals é a marca europeia com o crescimento mais rápido.

“Nos últimos cinco, seis anos, durante a grande crise na Europa, crescemos a dois dígitos, like-for-like (com um número de pontos de venda idêntico, sem contar com as novas aberturas). É um tipo de luxo acessível, talvez o carro ou o sofá novos tenham de esperar, mas tomar um café, ler uma revista e comprar um exfoliante nosso fazem as pessoas sentirem-se bem sem as levar à falência”, argumenta o responsável da Rituals.

No ano passado, as vendas globais da Rituals ascenderam a €600 milhões, com um crescimento de 18%. Portugal representa uma percentagem reduzida do negócio, mas está a crescer 25% desde que arrancou com a expansão.