Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

IRS: entregues 1,7 milhões de declarações, reeembolsos já começaram

Ministério das Finanças refere que os primeiros três mil reembolsos relativos ao IRS automático foram processados no dia 11, tendo chegado à conta bancária dos contribuintes a partir da última quarta-feira. Treze dias depois do início da campanha, já 130 mil reembolsos haviam sido processados

O Ministério das Finanças anunciou esta manhã que até segunda-feira, 17 de abril, foram entregues 1,7 milhões de declarações de IRS, superando em 10% o número de entregas registadas no mesmo período do ano passado, e que os portugueses já começaram a receber os reembolsos.

Do total das declarações já entregues, cerca de 376 mil correspondem a declarações submetidas através do IRS automático, refere o ministério em comunicado. "Um aumento que pode ser justificado pela facilidade de entrega do IRS automático e, também, pela aplicação de um prazo único de entrega, entre 1 de abril e 31 de maio, independentemente das categorias dos rendimentos dos contribuintes", esclarece o Ministério das Finanças.

Este ano, as Finanças estimam que o prazo médio de reembolso seja inferior ao do ano passado, quer para os contribuintes ao abrigo do IRS automático, quer para os contribuintes que ainda entregam a declaração nos termos habituais.

O ministério adianta que os primeiros três mil reembolsos relativos ao IRS automático foram processados no dia 11, tendo chegado à conta bancária dos contribuintes a partir da última quarta-feira. Treze dias depois do início da campanha, já 130 mil reembolsos haviam sido processados.

"Tal como antecipado pelo Governo, verifica-se uma redução do prazo médio de reembolso face às campanhas de anos anteriores, que foi de 36 dias, em 2016, e de 30 dias, em 2015", acrescenta.