Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Valor médio de avaliação bancária sobe para 1.109 euros por metro quadrado

Segundo os dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), trata-se de um aumento de três euros por m2 quando comparado com o mês anterior

O valor médio de avaliação bancária em Portugal fixou-se nos 1.109 euros por metro quadrado (m2) em fevereiro, mais 0,3% do que em janeiro e um acréscimo de 5,7% face ao mesmo mês do ano passado.

Segundo os dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), trata-se de um aumento de três euros por m2 quando comparado com o mês anterior.

“A Área Metropolitana de Lisboa (variação de 0,5% e valor de avaliação de 1.348 euros/m2) foi a que mais contribuiu para o acréscimo mensal observado no total do país”, destaca.

Apenas no Alentejo e Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores se registaram decréscimos em relação ao mês anterior.

Em comparação com o período homólogo, sinaliza o INE, o valor médio de avaliação no total do país registou um crescimento de 5,7% em fevereiro (variação de 5,6% no mês anterior), tendo a região do Algarve, com um aumento de 8,7% (5,7% no mês anterior) se destacado como a região com a variação mais intensa.

Nos apartamentos, o valor médio de avaliação fixou-se em 1.153 euros/m2 em fevereiro, superior em 0,3% ao valor observado em janeiro.

Nas moradias, por sua vez, o valor médio de avaliação bancária, para o total do país, situou-se em 1.034 euros/m2 em fevereiro, valor idêntico ao observado em janeiro.