Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

CGD paga caro para emitir dívida

Luís Barra

A Caixa Geral de Depósitos vai pagar 10,75% de juros aos investidores na emissão de dívida subordinada. Mesmo assim, ficou ligeiramente abaixo do intervalo inicial anunciado pelo sindicato de bancos, que se situava entre 11% e 11,5%

A Caixa Geral de Depósitos vai pagar caro para emitir 500 milhões de euros em dívida subordinada, com o preço final da emissão a fixar-se nos 10,75%, segundo as agências noticiosas Bloomberg e Reuters.

Inicialmente, o intervalo previsto pelo sindicato de bancos mandatados para realizar esta operação situava-se entre 11% e 11,5%. No mercado, a estimativa apontava para os 10%.

A Caixa fez esta semana uma ronda para atrair investidores mas a tarefa encontrou obstáculos, incluindo análises divulgadas por agências de ratings.

Também esta quarta-feira, um grupo de grandes investidores internacionais que sofreu perdas com obrigações sénior do Novo Banco fez um aviso às autoridades portuguesas e indicou que um acordo para minimizar aquelas perdas seria benéfico para o país.

O grupo, liderado pela BlackRock e a PIMCO, referiu que Portugal e a banca portuguesa continuam a pagar a decisão do Banco de Portugal de transferir obrigações do Novo Banco para o BES 'mau' no final de 2015.