Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Corretora da Sonae entra no negócio dos benefícios laborais

Rui Duarte Silva

MDS compra 45% da FlexBen, especializada em employee benefits, partilhando a empresa com o grupo Trivalor e a Advantis

A MDS, a multinacional de corretagem de seguros detida pela Sonae e pela brasileira Suzano, deu mais um passo na sua cruzada de expansão com a compra de participação de 45% da FlexBen. A FlexBen é uma sociedade portuguesa de base tecnológica que apoia as empresas no desenvolvimento de incentivos e benefícios a aplicar aos colaboradores.

A operação da MDS, anunciada esta terça-feira, cria uma parceria estratégica com os acionistas da FlexBen: a Ticket Serviços, empresa do grupo Trivalor (45%) e a Advantis, parceiro tecnológico, com 10% do capital.

Crescer e internacionalizar

A MDS realça que "a solidez acionista permite à Flexben explorar novas oportunidades de crescimento", potenciando as suas vantagens competitivas "no mercado nacional e internacional". Com esta aquisição, a companhia de seguros da Sonae, especializa-se no negócio de employee benefits, através de uma plataforma "de benefícios flexíveis de elevado valor para empresas e seus colaboradores", desenhados à medida de cada caso.

A MDS "está sempre focada em oferecer os melhores serviços e soluções mais avançadas aos clientes". Com esta parceria fica colocada "na linha da frente do tema dos benefícios flexíveis, um fator fundamental na captação e retenção dos colaboradores pelas empresas", acrescenta o comunicado.

O FLEXBEN® é um sistema que permite às empresas definir, implementar e gerir de modo integrado e eficiente o seu plano de benefícios flexíveis aos empregados, otimizando processos e proporcionando uma maior eficiência fiscal à organização e aos colaboradores.

A MDS atua na corretagem, resseguro e consultoria de risco, sendo em líder em Portugal e terceiro no Brasil. Opera ainda em Angola e Espanha e, através da rede Brokerslink, está representada em mais de 100 países, com 400 escritórios.