Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Portugal em contraciclo: construção em alta por cá, em baixa na Zona Euro

Tiago Miranda

O índice de produção na construção baixou 2,3% em janeiro na Zona Euro, com Espanha e França entre as maiores quedas. Em Portugal, pelo contrário, houve um crescimento de 2,8%

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

No negócio da construção Portugal está em contraciclo. Mas agora por boas razões: o índice de produção na construção na Zona Euro baixou 2,3% em janeiro, face ao mês anterior, mas em Portugal cresceu 2,8%, de acordo com o Eurostat.

A queda de janeiro agravou a descida de 0,6% que se tinha verificado em dezembro entre os países da moeda única, depois de em novembro o índice de produção da construção ter apresentado um crescimento próximo de 1%.

Em Portugal a atividade na construção, segundo o Eurostat, acelerou em janeiro, já que em dezembro de 2016 tinha apresentado um crescimento de 0,4%, depois de em novembro ter registado uma subida de 1,1%.

De acordo com a mesma fonte, as maiores quedas na produção da construção na Zona Euro foram registadas na Eslovénia (quebra de 12,3%), Bélgica (4,6%), Espanha (3,8%) e França (3,5%).

Já os maiores aumentos na atividade da construção verificaram-se na Roménia (crescimento de 5,1% em janeiro), Hungria (4,6%) e Eslováquia (3,3%).

Em termos homólogos (comparação com janeiro de 2016), a produção da construção na Zona Euro caiu 6,2%, com recuos mais fortes na Bélgica (18%), Eslováquia (17,2%), Espanha (13,1%) e Bulgária (10,3%). As maiores subidas foram na Hungria (18,3%) e Suécia (10%).