Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Enel lucrou 2,6 mil milhões no ano passado

Jose Carlos Carvalho

O grupo italiano, que controla, entre outros ativos, a empresa espanhola Endesa, teve um crescimento de 17% no seu resultado líquido em 2016, apesar de uma queda de 7% nas receitas

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

A Enel fechou 2016 com um lucro de 2,57 mil milhões de euros, mais 17% do que no ano anterior, informou a companhia energética italiana, dona da espanhola Endesa, na sua apresentação de resultados anuais, esta sexta-feira.

Numa base recorrente (isto é, expurgada de efeitos extraordinários tanto em 2015 como em 2016), o lucro da Enel em 2016 ascendeu a 3,24 mil milhões de euros no ano passado, com um crescimento de 12% em termos homólogos.

O grupo manteve o seu EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) estável nos 15,3 mil milhões de euros, apesar de as receitas terem baixado 7%, para 70,6 mil milhões de euros.

A dívida líquida da companhia italiana ficou também estável nos 37,5 mil milhões de euros.

Globalmente, o grupo tem 82,68 gigawatts (GW) de capacidade instalada, dos quais 27,4 GW de potência hídrica, 6,5 GW de eólicas, 3,3 GW de nuclear, 16,1 GW de centais a carvão, 15,1 GW de centais a gás natural, entre outras fontes.