Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

PT estuda solução para os milhares que estão em casa

Há cerca de 3500 trabalhadores em casa a receber entre 80 e 100% do salário

José Carlos Carvalho

Trabalhadores em reforma e suspensão custam mais de 100 milhões de euros por ano

A PT Portugal está empenhada em baixar a fatura com os cerca de 3500 trabalhadores que tem em casa em situação de pré-reforma e suspensão de contrato. Está, neste momento, a fazer um concurso para encontrar um escritório de advogados que lhe encontre uma solução, soube o Expresso.

É uma herança dos tempos da privatização e que foi estendida até 2013. Era então permitido aos trabalhadores da PT, com condições elegíveis, avançar para a pré-reforma ou para a suspensão do contrato, recebendo entre 80% a 100% do salário que detinham na altura. Atualmente, os trabalhadores que estão em casa custam por ano mais de €100 milhões. A fatura já foi mais elevada. Em 2007, era de €160 milhões. O escritório de advogados eleito terá de encontrar um caminho para minimizar o impacto destes trabalhadores nas contas da empresa.

Leia mais na edição deste fim de semana