Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

BCE não mexe na política monetária

Taxas de juro e plano de compra de ativos não sofreram alterações na reunião do Conselho do Banco Central Europeu desta quinta-feira. Atenção vira-se para a conferência de imprensa de Mario Draghi pelas 13h30 em Frankfurt

O Conselho do Banco Central Europeu (BCE) decidiu na reunião desta quinta-feira que a taxa de juro aplicável às operações principais de refinanciamento e as taxas de juro aplicáveis à facilidade permanente de cedência de liquidez e à facilidade permanente de depósito permanecerão inalteradas em 0%, 0,25% e -0,40% (taxa negativa), respetivamente.

O BCE não alterou a formução de orientação futura da sua politica monetária reafirmando que as taxas de juro diretoras do BCE permanecerão nos níveis atuais ou em níveis inferiores durante um período alargado e muito para além do horizonte das compras líquidas de ativos. Ou seja, a frase que alguns analistas esperavam que fosse alterada não o foi.

No que respeita às medidas de política monetária não convencionais, o Conselho do BCE confirma que continuará a efetuar aquisições ao abrigo do programa de compra de ativos ao atual ritmo mensal de €80 mil milhões até ao final do corrente mês e que, a partir de abril de 2017, as compras líquidas de ativos prosseguirão a um ritmo mensal de €60 mil milhões até ao final de dezembro de 2017, ou até mais tarde, se necessário, e, em qualquer caso, até que o Conselho do BCE considere que se verifica um ajustamento sustentado da trajetória de inflação, compatível com o seu objetivo para a inflação.

As compras líquidas serão realizadas a par de reinvestimentos dos montantes dos pagamentos do capital dos títulos vencidos adquiridos ao abrigo do programa de compra de ativos. Se as perspetivas passarem a ser menos favoráveis, ou se as condições financeiras deixarem de ser consistentes com uma evolução no sentido de um ajustamento sustentado da trajetória de inflação, o Conselho do BCE está preparado para aumentar o volume e/ou a duração do programa.

  • Não é esperada nenhuma mexida na política monetária na reunião desta quinta-feira, mas os analistas vão estar atentos à formulação da orientação futura e às respostas de Mario Draghi a partir das 13h30 em conferência de imprensa. Cinco temas a seguir