Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Centeno espera fechar venda do Novo Banco “nas próximas semanas”

Nuno Botelho

“A expectativa é que esse processo decorra nas próximas semanas, mas não gostaria de fixar uma data porque há negociações que não envolvem apenas o BCE, mas também outros atores relevantes neste processo”, diz o ministro das Finanças

O ministro das Finanças espera que o processo de venda do Novo Banco esteja concluído "nas próximas semanas", mas recusa avançar alguma data.

"A expectativa é que esse processo decorra nas próximas semanas, mas não gostaria de fixar uma data porque há negociações que não envolvem apenas o Banco Central Europeu, mas também outros atores relevantes neste processo", disse esta manhã Mário Centeno, numa conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo francês Michel Sapin, em que abordaram o tema do futuro da União Europeia.

Questionado pelos jornalistas sobre o Novo Banco – cuja venda à Lone Star o jornal "Público" titula hoje que "já só espera pela decisão do BCE [Banco Central Europeu], sendo o dia 17 o "prazo desejado para fechar a operação" –Centeno adiantou apenas esperar que esteja concluído "nas próximas semanas".

O ministro disse ainda que o processo de venda do Novo Banco está numa "fase crucial" e lembrou que o Banco de Portugal atribuiu a um dos competidores [Lone Star] o estatuto de negociação em exclusividade. "Isso significa que há negociações a decorrer cujo sucesso depende da conclusão do processo", afirmou, considerando que a condução deste processo de venda "é de extrema relevância" para o país e para o sector financeiro.

O Novo Banco é o banco de transição que ficou com os ativos menos problemáticos do Banco Espírito Santo (BES), alvo de uma intervenção das autoridades em 03 de agosto de 2014, que está em processo de venda.