Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Lucro do BCP baixa 90% para 24 milhões de euros em 2016

Marcos Borga

Nuno Amado, presidente do BCP, diz que “foi um resultado no ano marginalmente positivo, com um quarto trimestre bastante mais favorável do que nos trimestres anteriores”

Isabel Vicente com Lusa

O BCP registou um resultado líquido de 23,9 milhões de euros no ano passado, um recuo de 89,8% face ao lucro de 235,3 milhões de euros em 2015, informou esta segunda-feira o banco.

"Foi um resultado no ano marginalmente positivo, com um quarto trimestre bastante mais favorável do que nos trimestres anteriores", realçou o presidente do BCP, Nuno Amado, na conferência de imprensa de apresentação das contas de 2016, em Lisboa.

O responsável salientou que o BCP conseguiu um resultado "positivo em 24 milhões de euros, não obstante o reforço muito importante de [constituição de] imparidades", no montante de 1,6 mil milhões de euros" e "com uma evolução claramente favorável excluindo itens não habituais".

Nuno Amado refere-se a uma concentração de risco de crédito no setor da construção - nomeadamente em mercados para onde foram algumas empresas do sector.

O banqueiro explica ainda que "mais de 90% das imparidades geradas em 2016 tem a ver com créditos em risco que estavam no grupo antes de 2010".

O crédito a clientes recuou 4,9% em 2016 e os recursos totais cairam 1,7% com destaque para os depósitos a prazo que decresceram 3,3%.