Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Mais de metade dos 10 mil milhões de euros para offshores partiram do BES

Mais de metade dos 10 mil milhões de euros que foram transferidos para offshores partiram do Banco Espírito Santo, uma notícia que promete abalar ainda mais a polémica do enorme volume de transferências para paraísos fiscais que escaparam ao crivo do Fisco entre 2011 e 2014. São mais de 5 mil milhoes de euros retirados do país pelos próprios clientes – a maior parte empresas, precisamente dois anos antes da resolução do banco. A notícia é avançada na edição desta sexta-feira do Jornal Económico