Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

“Portugal está a sofrer menos”

Carlos Tavares veio a Portugal, à apresentação do 5008, a meio da negociação da compra da Opel

Tiago Miranda

“A perceção que tenho é que Portugal está a sofrer menos”. Esta é a avaliação que o presidente-executivo da PSA Peugeot Citroën, Carlos Tavares, faz da economia e da sociedade portuguesa em fevereiro de 2017. Trata-se do gestor português com maiores responsabilidades no sector automóvel, líder do Grupo PSA, que em 2016 produziu 3,15 milhões de veículos em todo o mundo, registando um volume de negócios de €54,03 mil milhões. Carlos Tavares veio a Portugal, para assistir ao lançamento mundial do Peugeot 5008, no auge das negociações para a compra da Opel-Vauxhall, pertencente à General Motors

Como vê, de fora de Portugal, a evolução económica do país?

Dá impressão de que estamos a sofrer menos. Se for uma realidade, para mim é uma grande satisfação, porque o país atravessou períodos duros e era óbvio que estava a sofrer muito.

Acredita que a indústria portuguesa vai continuar a conquistar mercados de exportação?

Estamos a atravessar um período conturbado no mundo inteiro, de populismos e de rejeição da globalização. Mas temos uma história muito rica que nos demonstra que o comércio e os intercâmbios entre povos afastados trouxeram riqueza, abertura e um futuro. Só temos de continuar a lutar pela nossa performance, para não sermos menos exigentes connosco e para não voltarmos a passar por períodos difíceis daqui a uns anos.

Leia mais na edição deste fim de semana