Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

O que os ‘mercados’ dizem do défice?

A melhoria no défice público não altera a visão geral em relação a Portugal, que é visto como um elo frágil na zona euro

Lucas Jackson / Reuters

É bom mas não chega. Portugal tem de baixar dívida e crescer

É positivo mas não chega. O défice de Portugal abaixo do esperado em 2016 não convence os mercados que mantêm as mesmas preocupações em relação ao país. Elevado nível de dívida pública, economia com crescimento anémico e dificuldades no sector bancário continuam a ser nuvens escuras que pairam sobre o futuro do país.

“A melhoria do défice público é positiva tal como a recente melhoria na economia e estabilização do ambiente político”, afirma ao Expresso Nicola Mai, gestor de portefólio da PIMCO. “No entanto, os juros da dívida soberana elevados, as fragilidades do sector bancário e a sensibilidade a decisões de agências de rating ainda pesam nas perspetivas do país”, adianta.

Leia mais na edição deste fim de semana