Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Governo entrega ao parlamento estudos aeroportuários em Lisboa

Estudos coordenados pelo gabinete do ministro Pedro Marques sobre a capacidade aeroportuária em Lisboa e a utilização da base aérea do Montijo para voos civis foram entregues esta sexta-feira à Assembleia da República

Os três estudos sobre a expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa, realizados em 2016 sob coordenação do gabinete do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, foram entregues ao Parlamento, revelou ao Expresso uma fonte do Governo.

Estes estudos incluem o levantamento do problema das limitações do aeroporto Humberto Delgado e as respetivas soluções. E demonstram, segundo a fonte, "que é possível compatibilizar a utilização civil da Base Aérea do Montijo com a operacionalidade da Força Aérea na área de Lisboa"

Também foi entregue o estudo da ANAC, que comparou as várias opções - Alverca, Sintra, Montijo - concluindo que o Montijo é a melhor solução, a única que garante uma operação conjunta com a Portela e 72 movimentos de aviõe por hora nas duas pistas, equivalentes ao transporte de 50 milhões de passageiros por ano, duplicando a capacidade atual da Portela.

O terceiro estudo entregue é o da NAV - Eurocontrol, que estudou a compatibilização da navegação aérea na zona de Lisboa, entre as pistas de aviçaõa dos aeroportos da Portela e do Montijo, propondo soluções para o seu desenvolvimento.